CONSTRUÇÃO

CONSTRUÇÃO
REFORMA

Construção e Reforma

Carregando...

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Contruindo sonhos

como guardar os materiais da obra - I
« página 1 de 2 próxima »

* * é difícil organizar ?
* * Areia
* * Cimento
* * Tijolos e blocos
* * Cal
* * Barras de aço


Como armazenar os materiais de construção ?
material de obra


É difícil organizar ?

Quando você está fazendo uma reforma em casa, é difícil organizar a bagunça do ambiente de depósito, onde são armazenados os materiais de construção. Mas, seguindo estas dicas, além de evitar danos e perdas, você aumenta a produtividade da mão-de-obra e diminui bastante a desordem desta incômoda experiência.

Areia

Deve ser estocada no canteiro de obras, devidamente cercada por madeiras (local plano).

Cubra-a com uma lona de plástico.

Cimento

Por ser um material perecível (estocagem de 30 dias), estraga se ficar em contato com umidade

Forrar o lugar aonde vai colocar os sacos para evitar a umidade do solo.

. Empilhe-o em local fechado e seco, sem retirá-lo de sua embalagem. Deve ser conservado na sua embalagem fechada até a hora de ser usado.

Compre conforme a obra demandar.

O pó do cimento não é bom para a saúde das pessoas ou animais, por isso não o guarde em lugares como quartos, canis, etc...
A melhor forma de armazenar é em local seco, afastado da parede no mínimo 30 centímetros, e sobre estrados de madeira, empilhando no máximo 10 sacos.

Tijolos e blocos

Empilhe-os de forma a não ultrapassar 1,50 m de altura. Cubra-os com uma lona.

Tijolos aparentes devem ser empilhados sobre um tablado de madeira.

Cal

Material perecível. Empilhe-o em local fechado, longe de umidade.

Assim como o cimento, deve-se evitar sua compra em grandes quantidades (tempo de estocagem: 30 dias).

Compre aos poucos (conforme demanda).

Barras de aço

Guarde as barras com o mesmo diâmetro juntas.

Podem ser armazenadas em locais abertos, se não ficarem expostas por muito tempo (até 90 dias).

Não coloque-as em contato com a terra.

fonte: www.organizesuavida.com.br

locação - tabeira ou gabarito I

« página 1 de 3 próxima »

 

Construindo a sua casa...


Topografo
flickr_MáNGEL



Locação de obra

O primeiro passo é passar o edifício que "está no papel" para o terreno.

A esta atividade dá-se o nome de Locacão do Prédio, isto é, transfere-se para o terreno o que foi projetado em escala reduzida.
A locação tem como parâmetro o projeto de localização. Ou seja ela tem de obedecer as determinações do projeto aprovado !
Afastamentos do predio em relação ás divisas do terreno, tamanho, etc.
Comece o trabalho nivelando o terreno onde a casa será construída.
É comum ter-se como referência os seguintes pontos:
‹ o alinhamento da rua;
‹ um poste no alinhamento do passeio;
‹ um ponto deixado pelo topógrafo
‹ uma lateral do terreno.

Os cuidados com a locação dos elementos de fundação de maneira precisa e correta são fundamentais para a qualidade final da casa, pois a execução de todo o restante estará dependendo deste posicionamento, já que ele é a referência para a execução da estrutura, que passa a ser referência para as alvenarias e estas, por sua vez, são referências para os revestimentos.


video:Iniciando a obra





Locação da casa

Implantação da obra tem de ser realizada a partir do gabarito.



Tabeira ou gabarito

A tabeira ou gabarito é montada com auxílio de pontaletes de madeira de 7,5x7,5cm ou 7,5x10,0cm, espaçados de 1,50 a 1,80m, nos quais são fixadas tábuas de 15 ou 20cm de largura, que servirão de suporte para as linhas que definirão os elementos demarcados, que podem ser de arame recozido nº 18 ou fio de náilon.
A tabeira, devidamente nivelada, é colocada ao redor de todo o predio a ser locado, a aproximadamente 1,20m do local da construção e com altura superior ao nível do baldrame, variando de 0,4m a 1,5m acima do nível do solo.
Há também quem defenda seu posicionamento de modo que fique com altura superior aos operários, para facilitar o tráfego tanto de pessoas como de equipamentos pela local da obra.
Gabarito para marcação


Construção = terreno + planta

« página 1 de 1 »

 

Construindo a casa...

Projeto
flickr_apc33


Planta da casa

Risque num papel como você imagina a sua futura casa. Assim, você pode decidir quantos cômodos vai construir e o tamanho deles.
Você pode começar pelas partes mais necessárias, como quarto, cozinha e banheiro (embrião) e aumentar o número de quartos quando a família crescer (ampliação).

Planta do imovel
Exemplo de planta de uma casa com embrião de 20 m2 e ampliação de 19 m2
Área total = 39 m2


Aprovação do projeto

Verifique na Prefeitura (ou no CREA) quais são as exigências para aprovar a planta de sua casa e autorizar a sua construção (afastamentos do limite do terreno, o tamanho máximo permitido, técnico responsável etc.).
Várias Prefeituras têm plantas prontas para casas com diferentes tamanhos, que já saem aprovadas e com licença para iniciar a obra.


Exemplo de casa no meio do terreno

       
 planta da casa
              

Exemplo de casa encostada na divisa


Casa encostada na lateral

fonte: Associação Brasileira de Cimento Portland ABCP

Continuando com importantes informações

Construção = terreno + planta + locação

« página 1 de 1 »

 

Construindo a sua casa...

 

 terreno
flicker_nandinhazinha

A propriedade

A primeira coisa a fazer é demarcar o lote de acordo com o que esta na escritura ou conferir se a demarcacão existente esta correta.

Tenha a absoluta certeza que o tamanho de seu terreno, confere com a escritura e não esta em conflito com vizinhos.
COMO MEDIR A DECLIVIDADE DO TERRENO
1 - Escolher 2 pontos quaisquer no terreno, por exemplo pontos A e B da figura acima.
2 - No ponto mais baixo, cravar um pontalete. Se não tiver pontalete, serve caibro, sarrafo ou outro material que seja firme.
3 - Com o auxílio de uma mangueira de água, transportar o nível do ponto B para o ponto A, fazendo uma marca no pontalete.
4 - Medir a distância horizontal entre A e B. No caso do exemplo acima, a distância horizontal medida foi de L = 13,40 metros.
5 - Medir a distância vertical entre o chão e a marca feita no pontalete. No caso do exemplo acima, a distância vertical medida foi de 74 centímetros ou 0,74 metros.
6 - Dividir a distância vertical pela horizontal e multiplicar o resultado por 100:
D = V / H * 100 = 0,74 / 13,40 * 100 = 5,52 %.
A declividade do terreno do exemplo acima é de 5,52 porcento.
6 - Até 10% de declividade e sendo o terreno bem firme, você pode pensar em fundação direta.
7 - Para terrenos com mais de 10% de declividade, a fundação não pode ser direta mas sim profunda e ainda sobre estacas. Algumas das estacas deverão ser inclinadas para segurar a casa contra o escorregamento. A profundidade das estacas deve ser tal que atinja a camada firme do terreno.
alicerce3.jpg (24271 bytes)
8 - Para terrenos com mais de 20% de declividade há risco de escorregamento entre as camadas geológicas do subsolo. Nestes casos não há nada que consiga segurar a casa contra o escorregamento, pois o próprio terreno tem a tendência de escorregar. Veja mais detalhes sobre o que acontece no subsolo consultando o site sobre percolação. Clique aqui. Neste caso a casa não poderá ser construída neste local.
alicerce4.jpg (32592 bytes)
9 - Examinar o fundo da vala. A terra deve apresentar-se firme, sem manchas e homogênea. Caso haja ninhos de formiga, remover e aprofundar um pouco mais a vala.
10 - Apiloar o fundo da vala com um soquete.Você mesmo poderá confeccionar um soquete, usando uma lata de tinta, tipo galão, cheia de concreto e com um cabo de vassoura infincada.
11 - Aplicar uma camada de concreto magro de cerca de 5 centímetros. O concreto magro é feito de cimento, areia, brita e água. Não vai ferro, só o concreto.
12 - Levantar a alvenaria do alicerce até a cota final. A cota do piso interno deve sempre ser mais alta que a cota do piso externo. O ideal é em torno de 17 centímetros (1 degrau de altura).
13 - Fazer a impermeabilização do alicerce conforme figura acima, aplicando uma camada de massa impermeabilizante em cima e nas laterais do alicerce. Esperar secar bem. É essa camada de impermeabilizante que vai impedir a subida da umidade do solo pelas paredes.
14 - Depois que a camada de impermeabilização secou bem, aplicar duas demãos de impermeabilizante betuminoso. (Exemplo: o produto chamado NEUTROL fabricado pela Otto Baumgart). Aplicar seguindo as recomendações do fabricante do produto. Esperar secar bem.
15 - Fazer o reaterro do terreno, no lado de dentro e no lado de fora.
16 - Confeccionar o aterro interno. Usar terra de boa qualidade, sem mato e madeira. Entre uma terra fina e uma grossa, prefira a terra grossa. Se possível, misture um pouco de areia grossa, pedrisco, brica ou seixo rolado. Nivele na altura da camada de impermeabilização do alicerce. Soque tudo muito bem.
17 - Confeccionar a alvenaria da parede da casa. Nas duas primeiras fiadas da alvenaria da parede, empregar argassa de assentamento com adição de impermeabilizante. (Exemplo: produto chamado VEDACIT da Otto Baumgart). Essas camadas de impermeabilizante é que vão impedir a subida da umidade pelas paredes. Em dias de chuva é comum os respingos da chuva encontrarem uma fresta para se infiltrar na parede.
18 - Depois de cobrir a casa você pode confeccionar o contrapiso interno da casa. Veja no desenho acima, a posição exata do contrapiso. Não faça como muitos que colocam o contrapiso na mesma altura que a camada de impermeabilização. ISSO VAI DAR MUITO PROBLEMA:

Construção civil

ROTEIRO para confecção de um bom alicerce:
1 - Os alicerces em alvenaria só podem ser empregados para casas térreas e em terreno firme. Se o terreno não for muito firme, isto é, for formado por barro muito úmido ou argila mole ou solos com presença de água, o alicerce deve ser feito com vigas baldrames de concreto armado.
2 - Não trabalhe em dias chuvosos. A fundação vai ficar uma porcaria e vai trazer problemas de trincas e infiltração de umidade para o resto da vida.
3 - Abrir uma vala da largura um pouco maior que a largura do alicerce.As paredes internas da casa serão de 1/2 tijolo. Então o alicerce deve ter pelo menos 1 tijolo de largura. Se o terreno não for bem firme, o alicerce deve ser mais largo, isto é, ter 1 e 1/2 tijolo de largura. As paredes externas da cas serão de 1 tijolo. Então o alicerce deve ter 1 e 1/2 tijolo de largura. Se o terreno não for bem firme, o alicerce deve ser mais largo, isto é, ter 2 tijolos de largura.
4 - A vala não pode ter menos que 40 centímetros de profundidade. Normalmente, os terrenos naturais apresentam, na camada superficial, muitas raízes de plantas e de árvores. Esta camada não serve para assentar o alicerce. Aprofundar até encontrar terreno firme sem raízes. Em terrenos aterrados não é possível o emprego de fundação direta.
5 - Em terrenos inclinados, o alicerce segura a casa, não deixando ela "escorregar". Aprofundar a vala até encontrar terreno bem firme. Em terrenos bastante inclinados, empregar estacas na fundação. Aprenda medir a DECLIVIDADE do terreno:
alicerce2.jpg (12759 bytes)

Contruindo & reformando

O alicerce é a base da casa. O alicerce é que sustenta a casa, dá solidez e transmite para o terreno toda carga (pêso) da casa (paredes, lajes, telhados,etc.). Um alicerce bem feito evita o surgimento de trincas nas paredes, evita o surgimento de umidade na parte de baixo das paredes

Veja, no desenho abaixo, como deve ser feito um bom alicerce.

alicerce.jpg (46487 bytes)